5 Diferenças entre Fordismo e Toyotismo

0
30

As diferenças entre Fordismo e Toyotismo incluem o tipo de modelo de produção automático ou flexível; a segmentação da mão de obra; sistemas de controle de qualidade; sistema Just in Time e personalização dos produtos.

No começo do século 20, indústrias passam por uma série de processos de transformações e o capitalismo financeiro provocava o acirramento da disputa pelos lucros.

Muitas empresas então começaram um processo de implementação de sistemas de produção, onde o trabalhador iria aumentar a quantidade do que era produzido e ao mesmo tempo, os donos das fábricas iriam aumentar os lucros com a redução dos preços.

Enquanto isso, no Japão, a forte crise causada pela guerra provocava a necessidade de um sistema condizente com a nova realidade.

Fordismo e Toyotismo

Fordismo foi o modelo de produção idealizado por Henry Ford. Ele criou uma espécie de esteira rolante onde as peças automotivas iam passando em frente aos funcionários, e eles deviam fazer um serviço em um determinado espaço de tempo, de forma mecânica. Esse tipo de produção aumentou e muito a fabricação de carros.

O toyotismo foi um sistema empregado pelo Japão após a Segunda Guerra Mundial. Com território pequeno e impossibilidade de estocar produtos, as fábricas produziam apenas o necessário.

O trabalhador da Toyota assumiria também funções diferenciadas e deveria conhecer amplamente o processo produtivo e as tecnologias implementadas.

Modelo de Produção

O modelo Fordista prima pelo volume através da diminuição dos custos da produção. A linha de montagem fazia com que o trabalhador ficasse sempre no mesmo lugar, atrás da esteira, para não gastar tempo.

As tarefas eram simples e repetitivas, formando um modelo especializado em grandes estoques.

Em um contexto de crise, como no Japão pós Segunda Guerra, esse modelo não funcionava e o mercado consumidor e de trabalhadores era mais baixo.

Esse modelo se baseia no lucro máximo na produção de um produto. A produção no Toyotismo também lançou mão de recursos tecnológicos para alavancar seus negócios, dando assim início ao processo de revolução tecnológica.

Segmentação da Mão de Obra

O Toyotismo põe em prática o conceito de ilha de produção, onde os trabalhadores devem saber todas as tarefas.

É um modelo onde é possível produzir mais ou menos itens, a partir das necessidades dos clientes. O mercado segmentado não permitia um modelo como o fordista com funcionários em funções únicas e restritas.

No Japão, se investiu em qualificação da mão de obra e uma educação voltada para o enriquecimento do trabalho.

Sistemas de Controle de Qualidade

O controle de qualidade no modelo Fordista era feito através de amostras em alguns pontos da esteira de produção.

Enquanto no sistema Toyota o controle de qualidade era feito durante toda a produção e todos os materiais utilizados eram de excelente qualidade. Sempre havia alguém para inspecionar o processo assegurando a excelência do produto.

Sistema Just in Time

Como foi dito anteriormente, o modelo da Toyota tinha como objetivo produzir o estritamente necessário, na quantidade precisa, evitando desperdícios e estoques.

Para a implantação desse sistema foi preciso um estudo dentro de diversas fábricas estadunidenses para entender como poderia ser implementado um modelo que se encaixasse com o  cenário socioeconômico do Japão.

O especialista em produção Taichi Ono, começou uma série de mudanças baseadas em controles estatísticos que viabilizaram a prática de um sistema Just in Time.

Personalização de Produtos do Toyotismo

No toyotismo os produtos eram baseados nas necessidades e nos gostos dos seus clientes. Enquanto no Fordismo a produção era em massa e não havia uma preocupação ou necessidade de ajustar seus produtos às necessidades do comprador.

O produto, no modelo do toyotismo, deveria sempre estar com acabamento impecável e por esse motivo sua qualidade justificava o aumento das vendas.

Referências

  1. Brasil Escola. Modalidades de produção industrial. Disponível em: brasilescola.uol.com.br. Acesso em: 20 dez. 2017.
  2. Estudo administração. Fordismo e toyotismo – resumo. Disponível em: estudoadministracao.com.br. Acesso em: 20 dez. 2017.
  3. Giga Conteúdo. Diferenças entre o fordismo e o toyotismo. Disponível em: gigaconteudo.com. Acesso em: 20 dez. 2017.
  4. Mundo Educação. Toyotismo. Disponível em: mundoeducacao.bol.uol.com.br. Acesso em: 20 dez. 2017.
  5. Wikipédia. Fordismo. Disponível em: pt.wikipedia.org. Acesso em: 20 dez. 2017.

LEAVE A REPLY