Quem eram os Jacobinos e Girondinos?

0
80

Os jacobinos e girondinos foram dois grupos organizados durante a Revolução Francesa. Jacobinos eram formados pelos mais pobres, a baixa burguesia e os girondinos pelos mais ricos.

Ambos queriam a queda do Rei Luís XVI. Durante o reinado, Luís XVI tentou implementar algumas ideias novas, como a absolvição dos escravos, aumentar a tolerância em favor dos protestantes, entre outras atitudes de cunho iluminista. Porém, a nobreza e outras camadas da sociedade eram contrárias às suas ideias.

Além disso, a crise e a miséria acabaram por inflamar a classe mais pobre da população contra o seu governo. Em julho de 1789, com a queda da bastilha, deu-se início a revolução francesa.

Em 1792 o rei foi preso e no ano seguinte guilhotinado. Nesse cenário, girondinos e jacobinos aparecem como dois grupos centrais para a tomada de decisões.

Quem Eram os Jacobinos e Girondinos?

Depois da queda do antigo regime, uma nova fase na vida política da França iniciou. Com a implementação de uma nova constituição, a Assembleia Legislativa Francesa nasceu para se tornar o placo de grandes decisões.

Os três poderes passaram a fazer parte desse cenário: o Legislativo para criar as leis, o Executivo fazer com que elas fossem executadas e ao Judiciário cabia o cumprimento das leis.

Nas assembleias, do lado direito ficavam os girondinos, o desejo principal era que a nova constituição fosse cumprida. Possuíam esse nome pois seu partido era chamado gironda. Eram burgueses moderados e defendiam a Monarquia Constitucional.

Eles pregavam melhorias para beneficiar principalmente a sua classe, como por exemplo a expansão do comércio. Em contrapartida faziam questão de excluir os mais pobres das eleições.

Os jacobinos, inicialmente eram moderados, mas diante das opiniões de seu maior influenciador Robespierre, a esquerda tornou-se extremista em suas ideias e atitudes.

O grupo formado por comerciante e profissionais liberais defendia a abolição da escravatura nas colônias da França, o fim da monarquia, fim de privilégios da nobreza e do clero, a erradicação da pobreza, uso da força contra pessoas contrárias a revolução e congelamento dos preços de artigos de primeira necessidade.

Inicialmente os Girondinos tinham uma participação maior nas decisões, inclusive tentavam mediar com o rei, ainda sob custódia do Estado, uma posição menos centralizadora e queriam que ele dividisse com um grupo de conselheiros, eleitos pelo povo, seu poder.

Diante das seguidas negativas de Luís XVI e da sua frustrada tentativa de fuga, girondinos perderam sua capacidade de negociação e seu lugar à frente da política francesa.

Governo do Terror

Entre o ano de 1792 e 1794 o grupo dos Jacobinos dominou o cenário político da França e esse período foi denominado “Governo do Terror”. A primeira medida tomada foi acabar com a Monarquia Constitucional e instaurar a República.

Em seguida formaram sua guarda nacional, para garantir que os oposicionistas fossem severamente castigados. Luís XVI foi condenado a guilhotina, meses mais tarde, sua esposa Maria Antonieta, encontrou o mesmo destino.

Muitos membros da aristocracia foram guilhotinados e essa atitude fez com que qualquer atitude contrária fosse passível de punição. O governo jacobino durou um pouco mais de 1 ano.

A Volta dos Girondinos

Girondinos assumem o poder em 1795 e condenam a morte seu mais forte opositor: Robespierre. Um diretório composto de 5 membros assume o comando e a intenção é colocar Napoleão Bonaparte à frente do poder para controlar a instabilidade política.

Em 1799 Napoleão dá um golpe de estado e assume o poder na França. Seu regime não priorizava a necessidade de ascensão popular, mas também não dava mais privilégios aos nobres e ao clero.

Jacobinos e girondinos dividiram o cenário político, mas não entraram em consenso e nem conseguiram manter a estabilidade da França. No entanto foram cruciais para a formação de um novo país.

Referências

  1. A Rosa e o Florete. Jacobinos x girondinos. Disponível em: arosaeoflorete.co. Acesso em: 03 jan. 2018.
  2. Ideais Históricos. Jacobinos e girondinos. Disponível em: ideaishistoricos.blogspot.com.br. Acesso em: 03 jan. 2018.
  3. Girondinos. Disponível em: infoescola.com. Acesso em: 03 jan. 2018.
  4. Klick Educação. Girondinos e jacobinos. Disponível em: klickeducacao.com.br. Acesso em: 03 jan. 2018.
  5. Revolução francesa: queda da bastilha, jacobinos, girondinos, napoleão. Disponível em: educacao.uol.com.br. Acesso em: 03 jan. 2018.

LEAVE A REPLY