O que Podemos Informar Sobre o Período Antropológico que Sucede ao Pensamento Pré-Socrático?

0
24

Sobre o período antropológico que sucede ao pensamento pré-socrático, podemos afirmar que Sócrates buscava pessoas em praça pública para dialogar e questionar. Ao proceder com sua investigação partia sempre de sua “dúvida metódica”.

Sócrates, consagrado filósofo ateniense, também conhecido como um dos fundadores da filosofia ocidental, se tornou conhecido através da literatura de seus sucessores e alunos como Platão e Aristófanes.

Seu método baseava-se em sucessivas perguntas, não apenas para obter respostas, mas para encorajar uma reflexão sobre o tema discutido.

Sua obra foi essencial para os campos da epistemologia e da lógica. Não se sabe exatamente qual a sua profissão, mas sabe-se que ele se considerava um parteiro das ideias.

Método Socrático

Sócrates ainda criança, trabalhava ao lado do seu pai, produzindo esculturas. Mas quanto mais o tempo passava, Sócrates sofria pois não conseguia desempenhar o mesmo ofício do pai.

Ele tinha dificuldade em lidar com o mármore e se entristecia pois era constantemente caçoado pelos amigos. Anos mais tarde, ao visitar o Oráculo dos Delfos, Sócrates ouviu do Deus Apolo que o fato de não saber de nada o tornava o homem mais sábio do mundo.

Uma das célebres frases de Sócrates é muito conhecida no mundo todo: “só sei que nada sei”. Depois desse dia, Sócrates percebeu que seu ofício seria semelhante ao da mãe que era parteira. Sócrates era um parteiro de ideias, ele trazia a luz o conhecimento e a capacidade de refletir.

Sócrates nunca respondia às indagações das pessoas, apenas fazia novas perguntas aos cidadãos que estavam passando pela praça. Sua postura chamava a atenção de todos, principalmente dos jovens que ficavam maravilhados com o conhecimento que Sócrates sabia extrair de cada pessoa.

Os ricos e poderosos, por outro lado, temiam a capacidade que Sócrates tinha de levar os cidadãos de Atenas a pensar e refletir sobre suas ações. Quanto mais as pessoas refletiam, mais se tornavam críticas e isso provoca aos poucos a diminuição do poder dos governantes.

Ele era uma figura bastante diferenciada, pois tinha o costume de ficar muito tempo sozinho mergulhado em seus pensamentos, com os pés descalços.

O método socrático vinha se opor aos sofistas. Os sofistas eram professores pagos para lecionar e fazer discursos para que seus alunos decorassem.

O método de Sócrates, por outro lado, levava em consideração o conhecimento que era possível adquirir através do diálogo. E assim seus discípulos refletiam e faziam uma série de questionamento acerca das suas próprias convicções. Os métodos utilizados eram a ironia e a maiêutica.

Ironia e Maiêutica

A ironia utilizada por Sócrates não tinha nada a ver com o sentido que damos a essa palavra nos dias atuais. A ironia é ao mesmo tempo uma pergunta e uma refutação.

Esse método permite ao interlocutor perguntar, em muitos casos refuta-lo ou contradizer sem a intenção de ridicularizar ou humilhar aquele que responde, mas levá-lo a entender melhor seu pensamento, clarificar as ideias e conhecer mais profundamente o objeto de análise.

Por outro lado, a Maiêutica é a análise das respostas. A análise é feita até que todos cheguem a uma conclusão. Para conseguir esse objetivo era essencial que os preconceitos fossem abandonados e que os cidadãos começassem a refletir sobre suas próprias ações e sobre sua forma de avaliar o mundo.

O filósofo foi condenado a morte pois acreditava na imortalidade da alma. Foi acusado então de corromper os jovens e negar os deuses. Apesar de sua condenação Sócrates negou-se a fugir e aceitou o seu destino, aproveitando o tempo restante para discutir com seus alunos sobre a imortalidade da alma.

Em 399 a.C foi condenado a beber um veneno chamado cicuta e faleceu. Felizmente seus ensinamentos permaneceram através dos diversos discípulos, entre eles Platão e Aristóteles.

Referências

  1. Maiêutica. Disponível em: conceito.de. Acesso em: 04 jan. 2018.
  2. Sócrates. Disponível em: ebiografia.com. Acesso em: 04 jan. 2018.
  3. GAL. Sócrates e o seu método da maiêutica e a ironia. Disponível em: pgl.gal. Acesso em: 04 jan. 2018.
  4. Wikipédia. Maiêutica. Disponível em: pt.wikipedia.org. Acesso em: 04 jan. 2018.
  5. Wikipédia. Sócrates. Disponível em: pt.wikipedia.org. Acesso em: 04 jan. 2018.

LEAVE A REPLY