Resiliência: 10 Hábitos para Ser Emocionalmente Forte

0
23

A resiliência psicológica é a capacidade de superar os eventos adversos de sua vida e se desenvolver com sucesso, apesar dessas circunstâncias.

É uma característica de personalidade que é popularmente conhecida como “ser emocional ou psicologicamente forte.”

Alguns exemplos de circunstâncias adversas podem ser:

  • Guerras
  • Morte de familiares
  • Traumas

Aprender a ser emocionalmente forte lhe permitirá superar obstáculos e eventos negativos, e perseverar para alcançar seus objetivos na sua vida.

Com certeza você vai lidar com eventos estressantes, mas se você for emocionalmente forte ou resiliente, você terá a capacidade de controlá-los e se recuperar o quanto antes.

Talvez parte dessa capacidade deva-se aos genes, mas outra parte é devido as estratégias de enfrentamento aprendidas. E, portanto, você também pode aprender.

Por que você está interessado em ser resiliente ou emocionalmente forte?

A capacidade de lidar com as emoções e situações negativas é um preditor de sucesso e felicidade.

Investigue qualquer pessoa que você considere bem-sucedida ou feliz e perceberá que em 95% dos casos, aquela pessoa passou por situações difíceis ou grandes fracassos.

As pessoas resilientes são capazes de transformar um obstáculo em crescimento e oportunidades.

De fato, essa é uma estratégia de enfrentamento fundamental que utilizam: elas consideram os obstáculos, falhas ou eventos negativos como oportunidades para crescer.

Vou dar o exemplo de Marta e Paula:

-Marta (28 anos) perdeu os seus pais aos 10 anos, sofreu de assédio moral na infância e não gosta do seu trabalho. Ela pensa constantemente no seu passado e a má sorte que teve na vida.

-Paula (28 anos) perdeu os seus pais, sofreu assédio moral na infância e, embora não goste do seu trabalho, está aprendendo e tentando encontrar algo melhor. Ela acredita que seu passado lhe ajudou a se tornar mais forte psicologicamente.

Uma característica fundamental da pessoa forte ou resiliente

Antes de iniciar com os hábitos que você pode seguir para se tornar uma pessoa emocionalmente forte, eu gostaria de lhe fazer uma pergunta:

Se dois empresários gastam 5 anos de sua vida trabalhando para construir um negócio e ambos falham, quem é o mais forte psicologicamente? Será a pessoa que se sente fracassada e chora deprimida por uma semana ou aquela que se sente deprimida e guarda suas emoções?

Na verdade, nenhuma; era uma “pegadinha” e você não tinha as informações suficientes para dar uma resposta:

Pouco importa a reação imediata da pessoa, o que realmente importa é o que ela vai fazer depois e ao longo do tempo.

Você pode se sentir triste por uma semana, “se recuperar” e continuar trabalhando nas suas novas metas.

Você também pode controlar melhor o momento, mas, em seguida, abandonar o que você queria alcançar.

Numa comparação como essa, aquele que chora tem uma força mental maior do que aquele que não chora, mas abandona com o tempo.

A tristeza, as lágrimas ou a frustração são sinais temporários de desgosto, mas não de derrota.

O que realmente importa é que você acredite nas suas chances, suas habilidades, que você se valorize e que seus fracassos e tudo de negativo, façam você crescer pessoalmente.

Portanto, esqueça a imagem típica do cinema que mostra um “homem forte” que não chora diante da adversidade. Estes podem ser vistos na vida cotidiana.

Quando você ver alguém que parece ser forte, pergunte-se se ele realmente é forte; por quais circunstâncias já passou, será que ele aprendeu e cresceu com elas, será que não abandonou…

10 hábitos para ser resiliente ou emocionalmente forte

1-Olhe as dificuldades como se fossem oportunidades

Você sabia que em 1914 o laboratório de Thomas Edison pegou fogo e com isso o trabalho de muitos anos foi perdido?

Certamente você poderia descrever esse incidente como algo catastrófico, que não tem nada de positivo.

No entanto, Edison escolheu ver isso como uma oportunidade, ou seja, algo positivo. Ele disse: “Graças a Deus todos os nossos erros foram queimados. Agora podemos começar de novo outra vez.”

Talvez sua casa não fosse queimada, mas certamente ocorreu algum infortúnio semelhante, ou pode lhe acontecer.

Nesse caso, sem dúvida, você deve ver a oportunidade, tal como Edison, e encontrar uma maneira de se beneficiar com ela.

A ideia é pensar que as coisas que acontecem e que você não consegue controlar, podem ser as suas maiores oportunidades.

No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade. -Albert Einstein.

2-Aceite imprevistos e falhas

Quem não arrisca não petisca, e se você não estiver disposto a falhar não conseguirá nada difícil ou de valor.

Isso sempre vai ser assim; seja nas relações pessoais ou no âmbito laboral.

Acreditar que você não merece fracassar ou que você não merece o que tem, só fará com que os seus desafios sejam mais complicados.

De acordo com o Paul Harvey, professor da Universidade de New Hampshire, no geral, a Geração Y, a geração do Milênio ou Millennials (nascidos desde 1982 até 2000) tem essa característica: expectativas pouco realistas e uma forte relutância em aceitar o feedback negativo.

Segundo Harvey:

A geração Y cresceu com uma mentalidade de como o mundo seria em qualquer momento. Em etapas anteriores, o quadro que se dava às pessoas não era só humilde, mas era do tipo que entendia que o mundo poderia ser imprevisível e inexplicável. “

Eu vi algo muito parecido numa companheira da universidade. Na hora de entregar os nossos trabalhos, eu pensava que o ideal era fazer o meu melhor, falhar, aprender e refazer se precisasse.

Mas ela tinha outra mentalidade. Ela dizia algo como: “Eu quero entregar o trabalho perfeito. Não gosto de fazê-lo errado e ter que corrigir. “

Você realmente acha que há alguma chance de que as coisas estejam perfeitas na primeira tentativa?

Se você quiser ser forte psicologicamente, você deve reconhecer que seus planos podem ir por água abaixo em qualquer momento, e não deveria desperdiçar suas energias amaldiçoando o destino ou a má sorte.

Se você falhar, aprenda com os erros, aceite-os como algo normal e continue em frente.

Posso aceitar o fracasso, todo mundo falha em alguma coisa. Mas eu não aceito não tentar. -Michael Jordan.

3-Adapte-se à mudança

Nos dias de hoje mudar é muito normal; mudar de trabalho, de tecnologia, de moradia, de circunstâncias e mesmo de namorado/a ou amigos.

Na verdade, ser resiliente está relacionado com a flexibilidade. Imagine uma mola que pode esticar e comprimir.

As pessoas resilientes são assim; são pessoas capazes de se adaptar às mudanças, aprender e ser felizes em situações cambiantes.

Embora tenham temporadas difíceis, elas se adequam às situações e acabam sendo emocionalmente estáveis.

A sua vida não fica melhor pelo acaso, ela fica melhor através da mudança. -Jim Rohn.

4-Encontre a sua estabilidade emocional

Na minha opinião a felicidade não é estar entusiasmado ou rindo o tempo todo.

Isso mais parece um estado bastante maníaco. Eu acho que os budistas têm a mesma opinião.

Ser emocionalmente forte nem sempre significa estar contente, mas manter um nível estável de humor. Ou seja, estar em paz, relaxado ou em harmonia.

A estabilidade emocional e a capacidade de manter a mente fria são habilidades importantes para lidar com situações difíceis. Elas costumam ser uma característica que aumenta com a idade e frequentemente a felicidade aumenta com ela.

Por outro lado, temos uma excessiva preocupação com a felicidade, o que realmente pode nos levar a uma atitude doentia e a emoções mais negativas.

As pessoas fortes não evitam as emoções negativas (também não as procuram), mas quando elas aparecem, simplesmente são aceitas. Aquelas pessoas aceitam tanto as emoções positivas quanto as negativas.

Aquela obsessão cultural por estar sempre positivo é contraproducente e pouco humana.

A tristeza, as decepções, as frustrações e os fracassos são elementos que também fazem parte da sua história –tanto como os sucessos e os momentos felizes- todos eles ajudaram a modelar você do jeito que hoje você é.

Portanto, a segredo é aprender com o negativo e superá-lo para avançar para novas fases; usar as emoções e acontecimentos negativos para avançar e não para ficar preso.

5-Trabalhe a sua forma física

Trabalhar o seu condicionamento físico pode ajudá-lo a se sentir melhor fisicamente e mentalmente, além de torná-lo mais resiliente.

Uma parte de ser resiliente é se sentir em controle da situação -ou pelo menos em parte- e que você consegue resolvê-la, apesar dos desafios que tem pela frente.

Se você não estiver fisicamente em forma, você pode sentir que não tem o controle do seu corpo. De fato, aquelas pessoas que estão fisicamente em forma são mais resistentes no trabalho.

Segundo o Dr. Ben Michaelis da cidade de Nova Iorque:

Pode parecer contra-intuitivo, mas você pode ser mais forte mentalmente ficando mais forte fisicamente, através do exercício cardiovascular. Os dados indicam a relação entre a saúde física e a emocional. Por isso muitas vezes eu sugiro às pessoas que querem construir a sua resiliência emocional que comecem por fortalecer a sua resistência correndo, nadando ou andando de bicicleta “.

6-Foco nas soluções

Você não acha que se focar nos problemas é o oposto a ser resiliente? Como vai superar um obstáculo pensando só no problema e não na solução?

Imagine que você tem uma cerca para saltar. Você se concentra no grande problema que tem, que a cerca é muito alta ou que você pode se machucar.

Porém, você também poderia gastar a sua energia mental pensando numa solução, como procurar uma escada, pedir ajuda a alguém ou achar uma forma de evitar a cerca.

Isso acontece muitas vezes e você pode observá-lo em qualquer conversa, nas notícias e no mundo em geral; as pessoas muitas vezes se concentram mais nos problemas do que nas soluções.

Se no momento que o problema surgir você olha para a solução diretamente, você vai economizar tempo e isso se tornará um hábito.

Se o problema não puder ser resolvido, é melhor aceitá-lo e deixar um tempo prudente até que você consiga superá-lo.

7-Viva o presente

Estar aqui e agora, vivendo no presente, vai lhe permitir ver as coisas como elas são. Dessa forma, você também poderá resolver melhor os seus problemas.

Se você quiser ser forte mentalmente, você tem que estar num estado presente, não antecipe o futuro e nem fique no passado.

Como você sabe, é normal que surjam problemas ou que você passe por fases de desânimo.

Se você viver no presente, você poderá superar tais situações porque você vai se concentrar no que você tem agora, nas soluções e no seu ambiente, não no seu passado e nem no seu futuro.

Esta habilidade é também chamada de consciência plena e está relacionada com a estabilidade emocional, menor estresse e ansiedade, e clareza mental.

8-Seja persistente

A psicóloga Angela Lee Duckworth descobriu que a perseverança era a qualidade que mais contava para o sucesso acadêmico; ainda mais do que qualquer outra qualidade como a inteligência emocional, a atratividade física, a saúde física, ou o QI.

Ela também estudou a professores e trabalhadores em diferentes ambientes profissionais para definir o que determinava o sucesso.

De acordo com Duckworth:

Nestes contextos diferentes, um fator emergiu como o segredo do sucesso, e não foi a inteligência social, a boa aparência, a saúde física nem o QI. Era a perseverança. “

Para ser persistente em seus objetivos, eu recomendo o seguinte: tenha sempre um plano A, B e C. Caso você não os tenha, tem que criá-los.

Se você deseja obter o que quiser terá que procurar o seu jeito de fazê-lo. Se não for assim, você só procurará pretextos.

A paciência e a perseverança têm um efeito mágico que faz as dificuldades desaparecerem e os obstáculos desvanecerem. -John Quincy Adams

9-Olhe o ponto de vista positivo-realista

As pessoas resilientes se levantam rapidamente após das quedas.

Durante um período elas podem se sentir tristes, chateadas ou sem esperanças, mas voltam a se levantar para enfrentar os seus obstáculos.

Para ser forte emocionalmente, você tem que ter a esperança positiva-realista e a clareza pessimista. Isso permite a você: 1) ver as possibilidades, 2) ter motivação, 3) ser crítico e 4) aceitar que os fracassos e eventos negativos podem acontecer.

10- Aprenda a abandonar

Ser forte mentalmente é estar ciente de que em certas circunstâncias você dará o seu melhor e não poderá fazer mais nada.

É importante reconhecer que você só pode controlar as suas próprias ações, e que você não tem controle sobre os resultados dessas ações, as ações de outras pessoas ou até mesmo o azar.

Aceitar esse fato lhe permitirá superar os eventos que vão além de suas ações. Você irá se concentrar no que você pode fazer e controlar, e aceitará o que você não pode controlar.

Às vezes, a melhor solução para um problema é aceitar que você não pode controlá-lo e seguir em frente, evitando esbarrar uma e outra vez contra o mesmo obstáculo.

Exemplos: saber sair de um relacionamento destrutivo, de projetos condenados ao fracasso, retificar más decisões, entre outros.

E você, o que está fazendo para ser emocionalmente forte e resiliente? Eu quero saber a sua opinião. Me conte.

LEAVE A REPLY