Como superar o fim de um relacionamento em 9 passos

0
36
Angry twenty something couple yelling at each other

Está sendo difícil continuar depois do recente fim do relacionamento? Você ainda se sente triste e não sabe o que fazer?

Saiba que há uma série de medidas que você pode tomar para sair dessa situação. Neste artigo vou lhe explicar com detalhes o que você pode fazer.

Angry twenty something couple yelling at each other
Angry twenty something couple yelling at each other

Para ter sucesso e sair em frente, é importante saber como superar o fim do relacionamento, seja este sério ou não, um casamento, ou tenham filhos ou não. No final, a dor é a mesma e com ajuda da psicologia você pode lidar melhor com ela.

De outro lado, as novas tecnologias parecem facilitar o término dos relacionamentos: calcula-se que um número estimado de 28 milhões de casais terminam o relacionamento por ano devido a causas decorrentes do Facebook ou WhatsApp.

Enfrentar uma separação, assumi-la e superar o desamor é difícil, mas você também não precisa se preocupar ou se importar muito com isso.

Segundo uma pesquisa de “The Telegraph”, antes de encontrar o parceiro ideal ou aquele com quem você passará mais tempo, homens e mulheres têm, em média, duas separações ou “quebras do coração.”

Normalmente, para sair da má fase, pede-se ajuda dos amigos ou pessoas experientes, e eles costumam dizer coisas do tipo “o tempo cura tudo” ou “saia para se divertir” e na verdade muitas vezes estão certos. Eu só não concordo com aquele conselho de “sair na procura de uma nova pessoa”, pois isso poderia levar à dependência ou não resolveria adequadamente o luto.

Para que as minhas indicações sejam mais confiáveis, vou basear o artigo nas estratégias científicas que provaram ser as mais eficazes para superar essas situações. Antes, vou lhe explicar também alguns conceitos que vão ajudar você a entender melhor a situação que tem que enfrentar.

Fases do luto

Se você terminou um relacionamento, provavelmente esteja passando por um “luto”. Seu ex não faz mais parte da sua vida e você está passando por um processo de perda. Há também pessoas que não passam por esta fase, embora neste caso eu duvido que essas pessoas precisem de ajuda.

Sem dúvida, conhecendo estas fases você compreenderá o processo que está passando e evitará complicadas situações que podem causar ainda mais dor.

1-Negação

Nesta fase você se recusa a aceitar que o relacionamento acabou, você não acha que a separação ocorreu, provavelmente se sinta triste e chore. Isso é normal e não deve ser reprimido.

2-Raiva

Se você passar por esta fase, vai sentir que alguém foi injusto com você, que você foi traído. Se foi o outro quem terminou o relacionamento, você vai se perguntar como é possível que ele ou ela fizesse isso com você, e vai ficar chocada ao ver que tudo aquilo não está magoando ele ou ela tanto quanto a você.

Nesta fase, há geralmente uma tristeza profunda e pode haver agressividade e ansiedade.

3-Negociação

Nesta fase, as pessoas costumam procurar soluções e acordos para fazer o ex voltar. É possível que você aja impulsivamente, mandando mensagens de texto, ligando ou pedindo ao seu ex que volte.

4-O desespero e a depressão

Nesta fase você vai começar a entender que o relacionamento acabou e vocês não vão voltar. É nesse momento que começa uma profunda tristeza e possível depressão, acompanhados de sentimentos de apatia e falta de esperança.

Podem aparecer alguns sintomas comuns como comer e dormir pouco ou muito, ou não ter vontade de sair.

5-Aceitação

Nesta fase, você aceita que tudo acabou, vai recuperando as suas forças e já não tem tantos pensamentos negativos. Embora tenha boas lembranças do seu ex, essas não causam tanta dor quanto antes e você começa a falar com naturalidade do seu relacionamento passado.

Passos para superar o fim do relacionamento / a separação / o divórcio

1-Aceitar a situação

Em algumas situações a reconciliação será possível, mas em outras é muito  recomendável que o relacionamento se considere terminado de vez.

Para lidar com o término do relacionamento, você deve aceitar a situação e não dizer para si mesmo que isto é só mais um altibaixo e que a separação é temporária. Não quer dizer que a ruptura é boa, mas é real.

Poder se expressar, falar consigo mesmo e com os outros, é muito importante, mesmo quando estiver mal-humorado ou triste.

Uma boa maneira de lidar com esta situação é escrever um diário do que você está pensando e como está se sentindo. Escrever seus pensamentos faz o seu cérebro processar mais facilmente as informações. Isso vai lhe ajudar a entender a situação e saber o que está acontecendo já que para você tudo isso ainda não está claro, pois continua chocada.

Neste aspecto, é necessário ter em conta o efeito do “urso branco”. Isso simplesmente trata-se de que quando você tenta não pensar num urso branco, você realmente começa a pensar mais nele.

O mesmo acontece no momento que você pensa no seu ex. Não se aflija nem tente eliminar esse pensamento ou lembrança, apenas aceite e entenda que é uma fase normal e passará com o tempo.

2-Evite a raiva

Como você já leu no ponto de luto, um sentimento comum após uma separação é a raiva que unicamente trará más consequências para você.

Tente reconhecê-la e evite mostra-la nas suas ações. Para isso, você pode fazer exercício, meditar ou praticar exercícios de relaxamento.

Para reconhecê-la, você deve prestar atenção aos seus pensamentos e deixá-los passar.

3- Não entre em contato

Evite o mais que puder os estímulos ou situações que lhe façam lembrar do seu ex.

A tentação de entrar no Facebook e bisbilhotar o que a pessoa está fazendo, ver as fotos ou ligar, tudo isso é normal, porém, isso não facilitará as coisas, lhe trará mais dor e prolongará o tempo de recuperação.

Aquela pessoa é alguém que compartilhou parte da sua vida, por isso não se trata de esquecer, mas sim de criar uma nova vida, de superar a situação. É por este motivo que no início é muito importante evitar os lugares que compartilhavam ou ver as fotos. Ao longo do tempo não será tão doloroso.

Outras coisas que você pode fazer:

  • Quando você estiver prestes a “cair na tentação” (ver fotos, entrar no Facebook, ligar), faça imediatamente qualquer outra coisa. Por exemplo, se você estiver por entrar no seu Facebook, desligue o computador e saia e pratique esportes.
  • Livrar-se dos objetos como fotos ou roupas é a sua decisão, mas na minha opinião, é melhor fazê-lo.

4-Crie a sua nova vida

Dependendo de quanto você compartilhou com seu ex, vai ter que mudar muitos ou poucos hábitos na sua vida.

Para resolver o fim do relacionamento é necessário começar a construir a sua nova vida de forma gradual. Isso vai acontecer no momento que construa novas relações, faça novas atividades e mude certos hábitos negativos.

A “Criação da sua vida nova” será baseada em recursos sociais e pessoais:

  • Procure apoio de amigos e familiares. Falar do término do relacionamento é benéfico.
  • Crie novas amizades. É provável que você e seu ex compartilhem amizades, mas pelo menos no começo da separação, pode ser melhor que você não os veja. Ao invés disso, faça oficinas, cursos, esportes…
  • Adote novos hábitos como: correr, melhorar seu físico na acadêmia, dançar, cozinhar, escrever…
  • Trace novas metas que lhe empolguem. Visite este artigo para saber como.
  • Trabalhe em seus recursos pessoais: tais como independência ou elevar a sua autoestima. A continuação os explico.

5-Aprenda a ser independente

Você aprende a ser independente com a atitude de só precisar de si mesmo para atingir as metas e viver, não precisa de ninguém para realizar seus desejos e aproveitar da vida.

Trata-se de uma competência que vai lhe ajudar a alcançar objetivos profissionais, melhorar a sua qualidade de vida e ter melhores relacionamentos. Portanto, ser independente não significa ser solitário, nem isolar-se, mas confiar apenas em si mesmo para ser feliz.

Ser independente não é algo que se aprende da noite para o dia. Como com tudo, você precisa ir passo a passo. Faça uma lista, primeiro com tarefas simples, avançando para atividades de maior dificuldade. Por exemplo:

-Comer sozinho.

-Ir no supermercado sozinho.

-Fazer aulas de defessa pessoal sozinho.

-Fazer uma viagem sozinho.

E, o que eu considero o mais importante: aprenda a controlar que a sua felicidade depende de você. Isto quer dizer, você não deve estar contente só quando receber um elogio, e também não se sinta mal porque alguém diz algo desagradável. A partir de agora, você controla o seu bem-estar.

6-Reconheça e mude seus pensamentos negativos

A forma como você interpreta o fim do seu relacionamento e a sua situação vão lhe ajudar a acelerar a sua recuperação. Uma pessoa que após terminar, acredita estar mais livre, que tem mais tempo ou que amadureceu, vai se recuperar bem mais rápido do que aquela que tem pensamentos negativos.

Você tem que estar ciente de suas percepções e pensamentos no aqui e agora para mudar esses pensamentos, sentimentos e estado de humor negativos.

Por exemplo, após finalizar um relacionamento você pode pensar:

-Que você não vai encontrar outra pessoa e que tudo vai dar errado (pensamento negativo).

-Que foi uma oportunidade para aprender e que o próximo relacionamento será melhor.

Logicamente, a segunda interpretação lhe ajudará consideravelmente a superar a situação. É por isto que você deve trabalhar observando seus pensamentos e questionando alguns do tipo: “Eu não vou encontrar ninguém que me queira”, “eu não valho nada”, “ficarei sozinho/a pelo resto da minha vida.”

7-Técnica de re-atribuição

Algo muito comum após terminar um relacionamento é se sentir culpado o responsável por isso.

Nesta técnica você deve examinar as situações que levaram ao término do relacionamento (tudo, e não apenas o mais recente) e de maneira lógica e apropriada, impute a responsabilidade a cada um dos membros do casal.

Não é para se libertar de toda a responsabilidade, mas para dar a cada membro a responsabilidade que merece e não atribuir toda ela em você.

-Que eventos levaram à separação? Você poderia pôr alguma responsabilidade no seu ex?

Você pode refletir nisso, e se for de ajuda, escreva a nova “re-atribuição”.

Por exemplo:

  • Ele/ela não manteve a sua promessa.
  • Já não estava sendo considerado/a e mostrava-se pouco amável…

8-Melhore a sua autoestima

São inúmeros os benefícios da autoestima; ela está associada com a felicidade, a resiliência, motivação, saúde e produtividade.

A chave para melhorar a sua autoestima é mudar a maneira de interpretar a sua vida: analisar as interpretações negativas que você faz dos fatos e criar novos pensamentos e objetivos que estimulem o crescimento da sua autoestima.

9-Encontre modelos a seguir

Um modelo a seguir é alguém que já alcançou algo ou que está fazendo aquilo que nós queremos fazer.

A ciência tem mostrado que os modelos a seguir podem nos ajudar a saber como resolver um problema e motivar.

Você tem um modelo de homem ou mulher forte que terminou seu sem muita dificuldade? Encontre aquela pessoa e aprenda com ele/ela.

Conclusões

Superar uma separação é um processo difícil e desagradável, mas com o tempo você vai se recuperar e até mesmo terá aprendido daquilo e fará melhor no próximo relacionamento. Usando certas técnicas, hábitos e evitando certos comportamentos tudo ficará mais fácil.

E você, o que fez para superar a sua separação?

Fonte de imagen.

LEAVE A REPLY